Essa tal Gravidez Psicológica

Pseudociese – sua cadelinha grávida mesmo sem nunca ter cruzado. Isso é possível?

Os sintomas estão todos lá: de repente sua cadelinha engorda um pouquinho, cava um ninho no jardim ou escolhe um novo local e se aninha, fica um pouco agressiva e às vezes tem até produção de leite nas glândulas mamárias. Tudo como se ela estivesse prestes a ter uma ninhada. Mas ela nunca cruzou, não há nenhum macho por perto, como isso é possível?

Sim, não só é possível, como ocorre até com bastante regularidade. É que sua cadelinha está com gravidez psicológica.

A gravidez psicológica ocorre em mais de 50% das cadelas não castradas.

Como dito, ela provoca mudanças comportamentais e físicas, por isso é bom estar atento para os sintomas – e assim saber lidar melhor com seu animal de estimação.

São alterações hormonais que certas cadelas apresentam e que as fazem acreditar que estão grávidas sem estarem de fato.

Para alguns, ela tem origem numa memória genética do animal, herdade dos lobos, ancestrais dos cães.

É que na alcatéia apenas a fêmea alfa era fecundada. No entanto, essa mesma fêmea era por vezes a melhor caçadora do grupo e por isso ela tinha de deixar os filhotes para caçar. Quem então cuidava de sua ninhada? Sim, as outras fêmeas, que desenvolviam para isso a gravidez psicológica.

Ou seja, elas se preparavam para cuidar de um filhote que não era delas. Além disso, ao cuidar da ninhada da fêmea alfa, essa cadela podia ser beneficiada com algumas coisas dentro do grupo.

 

Sintomas da gravidez psicológica em cadelas:

  • falta de apetite
  • certa agressividade
  • carência
  • mamas inchadas
  • preparação de um ninho

Muito comum também é a fêmea adotar um objeto, como um bichinho de pelúcia ou um sapato, como se fosse o filhote dela. E cuidado, algumas ficam irritadas se você tentar pegar o “filhinho” dela. Mas ela não faz por mal, repare, ela está apenas defendendo sua “cria”.

De qualquer forma, ao perceber os sintomas de uma provável pseudociese é bom você procurar seu veterinário.

O acúmulo de leite nas glândulas mamárias pode, por exemplo, gerar infecção. Seu veterinário lhe ajudará a entender a situação e a ter uma relação saudável com sua cadelinha por esse período. E vê-la feliz é o que você mais deseja, não é mesmo?

Outra coisa: você sabe dizer quando sua cachorrinha já está ficando mocinha? É melhor saber (até para evitar surpresas). Veja nosso artigo sobre o ciclo sexual das cadelas.

 

CTA-Blog_img

 

E leia também:

 

Gostou do post? Achou curioso? Dê um like para ele! Adoramos quando percebemos que nossos leitores curtiram nosso trabalho!

Written By
More from Animale.Me

Beagle – um cão forte, corajoso e com muita disposição física

Muito paciente e brincalhão, é um cão ideal para quem tem crianças....
Read More