Entenda a Tosse dos Canis

caes tosse dos canis

Seu cão apresenta sinais como tosse, espirros, febre e falta de apetite? Cuidado! Ele pode estar com Tosse dos Canis. 

A tosse dos canis é causada principalmente por três agentes infecciosos, uma bactéria de nome Bordetella bronchiseptica e dois vírus, Parainfluienza e Adenovírus, agindo de forma isolada ou em combinação.

 

Uma coisa importante a ser observada é que a Bordetella Bronchiseptica pode acometer humanos, sendo por isso considerada uma zoonose. Então, cuidado você também!

 

Tosse dos Canis – Sintomas

Normalmente nos cães acometidos pela gripe, os principais sintomas observados são acessos de uma tosse seca, continua, parecendo que o animal está engasgado, às vezes expectorando um tipo de espuma branca.

Essa tosse costuma piorar com exercícios físicos ou agitação. A doença pode gerar broncopneumonia, que dá apatia, febre, corrimento nasal e perda de apetite.

Em casos mais graves seu cão pode apresentar secreção nos olhos, coriza, falta de apetite e febre.

Nos filhotes e nos animais mais debilitados o quadro pode evoluir para situações mais complicadas, como pneumonia, por exemplo.

E, você sabe, em animais ou seres humanos, a pneumonia, se não for bem tratada, pode causar a morte!

 

 

Tosse dos Canis – Contágio

Altamente contagiosa, animais sadios em contato com animais doentes podem desenvolver a doença dada a exposição a tosse ou espirros dos animais infectados.

É daí que surge a denominação tosse dos canis, pois a doença torna-se comum onde vários cães são confinados juntos, como canis, petshops e lojas de animais.

Ela pode aparecer em qualquer época do ano, porém há uma maior predisposição nos meses frios. Por isso os cuidados nesse período devem ser redobrados.

 

 

Tosse dos Canis – Tratamento

Procure seu veterinário imediatamente se suspeitar da doença. Ele poderá dizer qual é o agente causador e qual é o tratamento que o cão deverá ter.

Em muitos casos, isso consiste no uso de antibióticos, xaropes para alívio da tosse, antiinflamatórios e, muito importante, confinamento do animal, evitando que ele fique exposto ao frio, vento e umidade.

Normalmente, se na casa de um cão infectado há outros cães, estes também desenvolverão a doença. Por isso, é bom levar todos os animais ao veterinário.

 

Tosse dos Canis – Prevenção

A prevenção da gripe dos canis se faz através da vacinação. Além da vacina anti-rábica e da vacina múltipla (contra cinomose, hepatite, leptospirose, parvovirose, coronavirus e parainfluenza), todos os cachorros devem receber uma dose da vacina contra a tosse dos canis a partir dos dois meses de vida, com reforço anual.

Recomendamos que você leia nossos artigos sobre essas outras doenças também – afinal, seu pet pode contraí-las, não é mesmo?

- cinomose

- leptospirose

parvovirose

 

É importante salientar que nem sempre o cão que apresenta o sintoma de tosse seca está com a gripe canina.

 

Muitas vezes este sintoma também ocorre em animais cardiopatas (animal com problemas cardíacos), particularmente nos animais idosos. Por isso, sempre é importante levar o animal em seu veterinário de confiança, para que o diagnóstico seja correto.

Seu pet já teve tosse dos canis? Como você tratou? Divida conosco a sua experiência!

 

Veja também:

 

Cães

 

 

Gostou do post? Achou curioso? Dê um like para ele! Adoramos quando percebemos que nossos leitores curtiram nosso trabalho!