Bulldog Inglês – um cão para se apaixonar!

No Brasil tem crescido – e muito! – a adoração das pessoas por essa raça. Nesse artigo você vai entender o que faz esse cão ser um dos mais queridos do Brasil!

O Bulldog Inglês é um cachorro que tem conquistado uma legião de fãs. Em geral, as pessoas apontam 4 razões para gostar muito dele:

  1. Vivem bem em lugares pequenos
  2. Não necessitam de muito exercício
  3. Gostam de crianças e companhia
  4. Têm pelo curto e precisam de menos banho e tosa do que outras raças

Pronto! Taí uma raça pela qual muita gente vai se apaixonar. Veja as seguir um pouco mais de detalhes sobre os bulldogs ingleses.

 

Atenção: se você prosseguir será por sua conta e risco.  A responsabilidade caso você se apaixone é inteiramente sua, ok?

 

buldogue_ingles-1

 

Origem:

Não se sabe, com exatidão, onde a raça se originou. E como os primeiros registros da raça apareceram na Inglaterra, o cão ficou conhecido como inglês. Por isso o sobrenome “Inglês”.

No início – pasmem! – eles eram utilizados em combates envolvendo touros e cachorros; daí o nome Bull (de touro) + dog (de cachorro).

 

Tipo físico

Claro que por essa época o animal era bem diferente do que é hoje.  Ele era ainda mais forte, encorpado e disposto fisicamente.

Mas com a proibição dos combates o bulldog inglês passou a ser usado em rinhas caninas e quando estas também foram proibidas ele passou a servir de animal doméstico.

Daí ocorreu a grande transformação física que resultou no animal que conhecemos hoje.

Sua estatura é baixa mas trata-se de um cachorro bastante largo – chegam a pesar até 25 quilos.

Com o focinho curto e achatado, o bulldog inglês têm dificuldade de respiração, se cansam facilmente e têm problemas com calor excessivo.

Outra particularidade da raça é que a quase totalidade dos partos é feito em cirurgias cesarianas – sim, é raro um parto normal de uma cadela da raça.

 

Dica: quer saber quantos anos seu Bulldog Inglês vai ficar ao seu lado? Leia nosso post sobre quantos anos um cachorro pode viver. Vc vai se surpreender com as coisas que podem diminuir a vida de seu pet. Sim, na maioria delas você é o responsável!

 

bulldog ingles 4

 

Temperamento

Como já foi dito ele adora crianças e companhia. Mas engana-se que isso seja uma coisa eventual. O bulldog inglês necessita de companhia.

Por isso nem pensar em ter um pet desses se você não puder dar-lhe atenção. Ele vai sofrer com certeza.

São cães que gostam de brincar e são carinhosos. Dificilmente eles latem.

 

Doenças comuns

Além de problemas respiratórios, o bulldog inglês costuma sofrer com dermatites e assaduras, sendo por isso recomendável que eles vivam num lugar fresco e arejado.

A limpeza das dobras de sua pele é recomendável sempre, e você pode fazer isso com água e sabão neutro.

A obesidade é comum, por isso é importante uma dieta balanceada e exercícios físicos – ainda que em quantidade limitada e sem muito esforço.

Faça caminhadas brandas, de preferência em terrenos planos, e sempre sem o calor excessivo – bem cedinho, pela manhã, ou ao final da tarde, são os melhores horários.

Por causa do focinho curto o bulldog inglês necessita de cuidados especiais. Veja nosso artigo sobre cães braquicefálicos e entenda quais cuidados são esses.

Ah, caso você tenha ou deseje ter um cão dessa raça, você tem que ler também nosso artigo sobre hipertermia – fique atento aos seus sinais e evite uma morte prematura de seu cachorro.

 

buldogue_ingles-2

 

Preço

O preço de um bulldog inglês, em  canis respeitáveis varia muito. Pode ir de R$ 1.500 a até quase R$ 4.000.

 

 

 

Especial: Como fazer seu Bulldog Inglês ser mais bonito e Saudável?

É verdade, cuidar dele não é tão simples quanto pareceu à principio. Pelo menos não para os donos mais preocupados.

Milhares de questões surgem a cada dia.

E é você, e não ele, quem tem que tomar todas as decisões que envolvem o animal.

Diferente de uma criança, que se expressa muito mais facilmente, seu pet depende inteiramente de você…

para cuidar de sua saúde com eficiência…

para alimentá-lo de foma correta..

para conduzi-lo por exercícios e atividades que o deixem feliz…

Mas nem todo mundo conhece o certo e errado na criação de um animal – ainda mais um como o Bulldog, com tantas particularidades…

Eu recebo milhares de emails de pessoas preocupadas em fazer seus Bulldogs serem mais bonitos e saudáveis – o que gera menos visitas aos veterinários e prolonga a vida dos animais.

Se você for como a imensa maioria dos donos de Bulldog Inglês, já deve ter se feito perguntas como as destacadas abaixo:

(clique no botão “quero saber mais” que eu te envio dicas desses assuntos. Obs: você só precisa fazer um cadastro,  ok? Valerá por todos os temas):

 

 

Alimentação:

  • Como identificar a ração certa para meu Bulldog?
  • Comida enlatada faz mal?
  • Como faço para trocar o tipo e marca de ração de forma eficiente?
  • Como saber se a ração é a certa, apenas olhando para as fezes?
  • Existe um momento certo para servir a alimentação?
  • Posso aquecer um pouquinho a ração? E colocar água, posso?
  • Ração premium pode fazer mal? É verdade isso?

botao quero saber mais vermelho e branco

 

 

 

 

Castração /esterilização:

  • É certo castrar meu pet (macho ou fêmea)?
  • Com a castração meu Bulldog ficará "molenga"?
  • Quais as vantagens e desvantagens da castração?
  • Qual o momento certo para fazer a castração?
  • O macho vai perder o interesse pela cadela após a castração?
  • Com a castração o macho para de fazer xixi pela casa?

botao quero saber mais vermelho e branco

 

 

 

 

Filhotes:

  • Como escolher o filhote? O que observar?
  • Em que período da vida do filhote devo levá-lo para casa?
  • Como preparar minha casa para a chegada do filhote?
  • Qual o truque que faz o filhote parar de chorar quando separado da mãe e irmãos?
  • Quando alimentar meu filhote? Existe uma hora certa para isso?
  • Por que deixar meu filhote dormir comigo é um erro gigantesco?
  • Como introduzir meu novo Bulldog numa casa onde já existem outros pets?
  • Como fazer meu filhote entender que a hora de brincar acabou?

botao quero saber mais vermelho e branco

 

 

 

 

Higiene 

  • Afinal, devo dar banho a cada quanto tempo?
  • Qual a relação entre pulgas e banhos domésticos?
  • Como posso usar a alimentação para cuidar dos dentes de um Bulldog?

 botao quero saber mais vermelho e branco

 

 

 

 

 

Braquicefalia

  • Quais os cuidados especiais que um cão braquicefálico como o Bulldog precisa ter?
  • Por que eles têm mais problemas dentais? O que fazer?
  • Como evitar uma crise de hipertermia?
  • O que fazer em caso de hipertermia?

botao quero saber mais vermelho e branco

 

 

 

 

O problema é que não existe um “manual de proprietário”, com todas as respostas, apesar de que você ficaria muito feliz se existisse, certo?

Aliás, essa é a queixa número um que eu ouço aqui na Animale:  o fato de que apesar de procurarem muito, não há nenhum tipo de manual, de guia, para basear-se na criação de seus pets, seja antes de adquiri-los, logo após a aquisição, ou no decorrer da longa vida dos animais.

 

 

E foi procurando ajuda (talvez como você) que milhares de pessoas chegaram até meus vídeos, livros, dicas e orientações. Veja o que elas dizem sobre o meu trabalho:

 

 

 

varios depoimentos 3

 

 

 

Agora que você já conhece um pouco do meu trabalho, e viu o que acha dele dezenas de pessoas, clique no botão abaixo e receba grátis dicas preciosas para cuidar ainda melhor do seu Bulldog Inglês! Entre para essa imensa comunidade da Animale!

botao quero saber mais vermelho e branco